a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>CONTEÚDOS >Cidades Inteligentes >O uso da inteligência coletiva para melhorar cidades

O uso da inteligência coletiva para melhorar cidades

A governabilidade democrática, a conexão entre diferentes atores e tecnologias para promover o direito à cidade para todos, além da colaboração em relação às mudanças climática, fazem parte do desenvolvimento de cidades sustentáveis e inteligentes.

A Diretora Programática da Fundación Avina, Glaucia Barros, enfatiza a importância do desenvolvimento de smart cities, da atuação da entidade nesse processo e a importância do Connected Smart Cities na construção de cidades mais humanas no país.

A Fundación Avina apoia o Connected Smart Cities 2018, que será realizado em São Paulo, nos dias 04 e 05 de setembro. A entidade coordena a Plataforma de Inovação com Sentido, uma aliança para acelerar o impacto social e promover uma transformação em grande escala com foco no desenvolvimento sustentável na América Latina, por meio da combinação da inovação social com a tecnológica e a inovação em negócios.
 

Segue a entrevista com Glaucia Barros:

Qual a importância do desenvolvimento de Smart Cities no Brasil?

Glaucia Barros: O uso da inteligência coletiva para as soluções demandadas pelo expressivo crescimento da urbanização no mundo é uma tendência que queremos impulsionar. Orquestrar processos multi stakeholders potencializando ao máximo a colaboração e a sinergia parece à Fundación Avina o melhor caminho para lograrmos o impacto pretendido de melhorar nas cidades a qualidade de vida de forma justa, democrática e sustentável. Nesse sentido, o Connected Smart Cities cumpre um papel convergente e relevante.

De que forma o trabalho da Fundación Avina contribui para o desenvolvimento de cidades inteligentes, conectadas, sustentáveis e mais humanas? 

Glaucia Barros: A intervenção no espaço público das cidades coordenada por Avina congrega 3 dimensões: a governabilidade democrática, com ênfase na participação e consciência social sobre os parâmetros de uma cidade sustentável; a conexão entre diferentes atores e tecnologias para promover o direito à cidade para todos; e a colaboração também para a construção de resiliência frente às mudanças climáticas e outras ameaças que se apresentam especialmente para a população que habita assentamentos precários e áreas vulneráveis.

Qual a importância de um evento como o Connected Smart Cities? 

Glaucia Barros: O Connected Smart Cities tem cumprido a missão de apontar tendências e soluções escaláveis e reeditáveis, além de promover encontros que podem amadurecer na forma de alianças de suporte ao desenvolvimento sustentável das cidades brasileiras.

Saiba mais sobre o Connected Smart Cities
O Connected Smart Cities, iniciativa que tem o objetivo de desenvolver, nas cidades brasileiras, soluções inovadoras por meio da participação efetiva de empresas, entidades, governo e os cidadãos, contempla os eixos temáticos: Mobilidade, Energia, Meio Ambiente, Urbanismo, Segurança e Tecnologia.
A 3ª edição do evento aconteceu em 2017, na capital paulista. Este ano, o encontro será realizado nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo/SP.

Para saber mais sobre o Connected Smart Cities 2018, CLIQUE AQUI!

Para fazer a sua inscrição, CLIQUE AQUI!

 

PATROCÍNIO APRESENTADOR

PATROCÍNIO PLATINA

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO ESTRATÉGICO INTERNACIONAL

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL

APOIO DE MÍDIA

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO