O Encontro Regional Fortaleza apresentará, também, um recorte regional do Ranking Connected Smart Cities, que aponta a capital como a 3ª mais bem posicionada da Região Nordeste e a 17ª entre as cidades com mais de 500 mil habitantes
 

Obs.: O credenciamento para os profissionais de imprensa está disponível em: https://evento.connectedsmartcities.com.br/credenciamento-imprensa/ 

Nesta terça (04 de maio), às 09h (horário de Brasília), o Connected Smart Cities & Mobility, iniciativa da Necta, realiza o Encontro Regional Fortaleza para debater sobre as iniciativas de smart cities no contexto da capital cearense. A edição faz parte da agenda de eventos regionais da plataforma, em 2021, em todas as capitais do País,  contemplando 27 ações, entre fevereiro e agosto. 

O Encontro Regional Fortaleza é o 4º da Região Nordeste é o 11º da agenda da plataforma e faz parte das iniciativas da sétima edição do evento nacional Connected Smart Cities & Mobility, que acontece, em São Paulo, entre os dias 01 e 03 de setembro de 2021, e conta com programação pré-evento. O primeiro encontro foi realizado em Salvador; seguido por Vitória; Belém; Campo Grande; Curitiba; Maceió; Manaus; Recife; Rio de Janeiro; e Rio Branco. Inscrições gratuitas em: https://bit.ly/3gPXN9E 

A iniciativa reunirá especialistas em smart cities e acontece ao vivo, em formato virtual, com destaque para a programação, com a apresentação do Plano de Desenvolvimento de Cidades Inteligentes para Fortaleza e dos indicadores de desenvolvimento, no contexto do Ranking Connected Smart Cities 2020. Conforme o estudo, no recorte regional, a capital é a 3ª mais bem posicionada da Região Nordeste e a 17ª  entre as cidades com mais de 500 mil habitantes. Na última edição do levantamento, a cidade subiu 42 posições e alcançou a 29ª colocação do Ranking geral. Já no eixo de Governança, o município atingiu a 6ª colocação, um salto de mais de 100 posições, na comparação com a edição anterior. 

“Somos a principal plataforma do ecossistema de cidades inteligentes e mobilidade urbana no Brasil e fomentar esse tema da forma mais abrangente possível faz todo o sentido para o nosso trabalho. Os encontros e outras atividades permitem que o debate e as boas práticas para a cidades e a mobilidade urbana alcancem mais municípios. E, assim como nas demais regiões, teremos uma agenda importante na capital cearense. Para tanto, contamos com o envolvimento dos vários atores com atuação no desenvolvimento mais sustentável das cidades”, disse Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility. 

Fortaleza no Ranking Connected Smart Cities

A programação do Encontro Regional Fortaleza conta com a apresentação dos destaques da cidade no Ranking Connected Smart Cities, que compreende 70 indicadores segmentados em 11 eixos temáticos: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, educação, saúde, segurança, energia, empreendedorismo, tecnologia e inovação, governança e economia e adapta os principais estudos internacionais e a ISO 37.122, referente à indicadores para cidades inteligentes.

Além dos resultados gerais, o Ranking CSC traz análises segmentadas pelos eixos temáticos, permitindo uma visão Regional do Brasil, considerando o porte de municípios que, no caso de Fortaleza, está inserido no recorte das cidades com mais de 500 mil habitantes.

Empreendedorismo está entre os indicadores em que Fortaleza se destaca, com a 22ª colocação entre as cidades do País. Já entre as cidades do Nordeste está na 3ª posição. É Importante apontar que Empreendedorismo e Tecnologia e Inovação se interrelacionam e são conectados. E, contrariando a tendência da época da última pesquisa, a cidade registrou crescimento de 3,4% das empresas de tecnologia, seguindo a alta da edição anterior do Ranking, quando cresceu 4,4%.

Segundo dados da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Fortaleza conta ainda com 8 incubadoras de empresas de caráter público e privado e um Polo Tecnológico. O cenário de inovação na cidade, muito gerado ou induzido pelo setor público, inseriu a capital entre as 142 cidades que integram o Mapa de Cidades Inteligentes, iniciativa da Organização de Cooperação de Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Bloomberg Philanthropies. Na área digital, os programas Fortaleza Digital e a plataforma Profuturo disponibilizam documentos e cursos EAD para a população. Já em saúde e educação, o agendamento de consultas e exames, a utilização de tablet e celular em aulas, matrículas online e acesso remoto a tarefas e conteúdos educacionais foram destacados.

Willian Rigon, diretor e sócio da Urban Systems e Connected Smart Cities, que também coordena o estudo, pontua que a capital cearense conta com nota 10,0 na Escala Brasil Transparente, que mede a transparência do governo municipal e, indiretamente, demonstra os esforços para redução de gargalos e comunicação entre o ente público e o cidadão. E outro dado que chama a atenção é o índice Firjan de desenvolvimento municipal de 0,74 pontos, em uma escala de zero a 1 ponto, considerado alto. 

“Fortaleza contraria uma tendência constatada nos indicadores do Ranking Connected Smart Cities, com registro de aumento nos investimentos per capita nos quatro eixos analisados: Urbanismo, Educação, Saúde e Segurança. Importante ressaltar os investimentos em segurança e urbanismo, que estão muito acima das médias das demais cidades brasileiras”, enfatizou.  

Rigon aponta, ainda, que a infraestrutura tecnológica atende bem empresas e população, sendo quase 50% das conexões de banda larga com velocidade superior a 34 megabytes, contra 28% no estudo anterior, além de boa oferta de operadoras de telefonia móvel com 4.5G e fornecimento de banda larga fixa (15 organizações). 

“Reintero, ainda, que a capital cearense também teve um aumento considerado em relação a produção de patentes, com depósito de 17 patentes por cem mil habitantes, crescimento expressivo em relação aos indicadores de 2019. As ações de Fortaleza para a mobilidade urbana ativa com foco na reurbanização, com a construção de calçadas acessíveis e bicicletários, por exemplo, são bem importantes, principalmente no contexto pós-pandemia da Covid-19”, conclui Rigon.

Palestrantes Encontro Regional Fortaleza 

Estão confirmados: Luciana Mendes Lobo, secretária Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) da Prefeitura Fortaleza; Luiz Alberto Sabóia, presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova) da Prefeitura Fortaleza; Rodrigo Nogueira Diogo de Siqueira, secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico (Sde) da Prefeitura Fortaleza; Ticiana Holanda Rolim Queiroz, fundadora e CEO da Somos Um; Cristina Maria Aleme Romcy, coordenadora do Mestrado Profissional em Ciências da Cidade da Universidade de Fortaleza;

Além de: Águeda Muniz, coordenadora e professora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNI7; Carlos Eduardo Cardoso, responsável por Soluções e-city da Enel X; Roberto Benfica, executivo de vendas da Signify; Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility; Willian Rigon, diretor e sócio da Urban Systems e Connected Smart Cities. 

A programação completa está disponível em: https://evento.connectedsmartcities.com.br/eventos-regionais/

 

AGENDA 

A Agenda proposta para os eventos acontece entre 23 de fevereiro e 24 de agosto de 2021 e contempla os estados/regiões:
Estados Região Nordeste/Cidades: Maceió (AL); Salvador (BA); Fortaleza (CE); São Luís (MA); João Pessoa (PB); Recife (PE); Teresina (PI); Natal (RN); Aracaju (SE);
Estados Região Sul/Cidades: Florianópolis (SC); Curitiba (PR); Porto Alegre (RS);
Estados Região Norte/Cidades: Rio Branco (AC); Macapá (AP); Manaus (AM);  Belém (PA); Palmas (TO); Porto Velho (RO); Boa Vista (RR);
Estados Região Sudeste/Cidades: Vitória (ES); Belo Horizonte (MG); Rio de Janeiro (RJ); São Paulo (SP);
Estados Região Centro-Oeste/Cidades: Brasília (DF); Campo Grande (MS); Cuiabá (MT); Goiânia (GO).

Patrocinadores Eventos Regionais: Bosch, Enel X, Signify e Sonner

 

Connected Smart Cities

O Connected Smart Cities funciona como uma plataforma completa de conteúdo com múltiplos canais e formatos que permitem aos profissionais do ecossistema de cidades inteligentes acesso aos conteúdos: crível, analítico e relevante, por meio do: Ranking, evento, Prêmio, Learn e o portal, além do Connected Smart Mobility, que conta com site e conteúdo dedicado às discussões relacionadas a mobilidade urbana no Brasil.  

O Connected Smart Cities & Mobility conta com um alcance de mais de 15 mil pessoas mensalmente, 19 mil participantes, 1.200 reuniões nas Rodadas de Negócios, 550 marcas participantes, 300 painéis de discussão, 1.100 palestrantes, além de mais de 250 apoiadores. O evento se destaca, ainda, pela ampla participação de prefeituras que, apenas em 2019 (formato presencial), contou com a presença de aproximadamente 300 municípios.
 

Serviço
Connected Smart Cities & Mobility 2021
Mais informações: https://evento.connectedsmartcities.com.br/
Imagens: https://www.flickr.com/photos/connectedsmartcities/albums
Organização: Necta (www.nectainova.com.br) e Urban Systems

Encontro Regional Fortaleza
Data: 04/05
Horário: 09h (horário de Brasília)
Inscrições gratuitas em: https://evento.connectedsmartcities.com.br/eventos-regionais/

Obs.: O credenciamento para os profissionais de imprensa está disponível em: https://evento.connectedsmartcities.com.br/credenciamento-imprensa/ 


Sobre o Connected Smart Cities & Mobility
O Connected Smart Cities & Mobility, principal plataforma especializada no mercado de cidades inteligentes e mobilidade urbana no Brasil e uma das maiores da América latina, foi desenvolvida pela Necta e a Urban Systems e envolve empresas, entidades e governos. A iniciativa tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.

Ranking Connected Smart Cities: estudo desenvolvido pela Urban Systems, por meio de metodologia própria e exclusiva, em parceria com a Necta. Além de considerar os conceitos de cidades inteligentes, como tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade, o Ranking considera conceito de conectividade, investimentos em saneamento, importância da educação na formação e reprodução dos potenciais das cidades e sustentabilidade econômica. Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2020 estão disponíveis em: http://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual 

Relações com a imprensa
Assessoria de Comunicação e Imprensa do Connected Smart Cities & Mobility
Eliane Jerônimo Bueno (Mtb 50559)
+55 11 99234-4911